Conhecimento e Informação, você sabe a Diferença?

Estamos vivendo a era da informática e, em um mundo globalizado em que a tecnologia reina,  somos  bombardeados por uma quantidade enorme de informações todos os dias, seja quando assistimos um noticiário, através da internet e dos celulares, redes sociais e inúmeros outros meios de comunicação.

Mas, esse “bombardeio de informações” não é, necessariamente, benéfico. Ter de lidar com essa enorme quantidade de informação pode nos deixar confusos, temos de processar e filtrar somente o que é importante para nós.

Conhecimento e informação, você sabe a diferença? Estes dois termos são erroneamente utilizados como intercambiáveis mas não  são sinônimos. Vamos ver como diferenciar um e outro.

Informação:

substantivo feminino

  • Reunião dos conhecimentos, dos dados sobre um assunto ou pessoa.
  • O que se torna público através dos meios de comunicação ou por meio de publicidade: o jornal divulgou a informação sobre o concurso.
  • Esclarecimento sobre o funcionamento de algo: informações sobre o aparelho.
  • Ação ou efeito de informar ou de se informar.

Conceituar informação é algo vago e intuitivo. Ao fazermos uma pergunta, pedimos informação, ao assistirmos TV ou um filme, estamos absorvendo informação. Quando lemos um jornal, uma revista em quadrinhos, ouvimos uma música, lidamos com algum tipo de informação. O simples fato de contar uma piada é uma forma de transmitir informação. O tempo inteiro estamos lidando com informações, seja recebendo ou transmitindo.

No entanto, não temos uma definição precisa do que é informação, não há uma fórmula pronta que nos diga o que é e o que não é informação. Nós sabemos intuitivamente o que é mas, descrever em palavras o que é informação, é algo complexo.O termo informação é descrito como um conjunto de dados estruturados, organizados e processados, apresentados dentro de um contexto, o que o torna a informação relevante e útil para um indivíduo.

Um dado é qualquer registro ou indício relacionável a alguma entidade ou um evento. Isso não quer dizer que um  dado é, necessariamente, resultado de um registro intencional de algo ou decorre de um registro físico. Um som produzido por um fenômeno natural, uma pegada, a sombra de um objeto, uma imagem ou um valor guardados na memória de uma pessoa podem ser considerados dados.

A informação pode ser composta a partir de um conjunto de dados, desde que estes dados sejam apresentados de forma que possamos interpretá-los, permitindo que análises sejam feitas. O conceito de informação, como usado na linguagem cotidiana, significa a comunicação do conhecimento. Assim, um mesmo conjunto de dados não gera a mesma Informação para diferentes pessoas.

Conhecimento

Significado do dicionário:

substantivo masculino

  • Entendimento sobre algo; saber: conhecimento de leis.
  • Ação de entender por meio da inteligência, da razão ou da experiência.
  • [Por Extensão] Ação de dominar uma ciência, uma arte, um método, um procedimento etc.: ele tinha grande conhecimento de história.
  • [Por Extensão] Ação de se relacionar com uma ou mais pessoas; manter uma relação por amizade ou por conveniência: pessoas do nosso conhecimento.
  • Circunstância ou situação em que se toma consciência de: o presidente não tem conhecimento da real situação do país.
  • [História] Reunião das referências ou informações guardadas pela humanidade.

O conhecimento significa a familiaridade e consciência de uma pessoa em relação a lugares, eventos, idéias, questões e maneiras de fazer as coisas. Essa familiaridade é reunida através da aprendizagem, percepção e descoberta. É o estado de conhecer algo através da compreensão de conceitos, estudo e experiência.

Conhecimento é um processo intrínseco, é a possibilidade de aplicar o aprendizado a outras situações, de generalizar. É um processo de “digestão” de ideias de maneira que elas se tornem aplicáveis a situações diferentes. É a capacidade, adquirida por alguém, de interpretar e operar sobre um conjunto de Informações.

É uma capacidade porque o conhecimento é dinâmico, quem tem conhecimento pode estabelecer novas relações, tirar novas conclusões, fazer novas inferências, agregar novas Informações e reformular significados. Quando o conhecimento é exercitado, ele se consolida e cresce.

Para Complementar o Conteúdo:

Segundo Confúcio um famoso pensador chinês:

“Aquilo que escuto eu esqueço, aquilo que vejo eu lembro, aquilo que faço eu aprendo.”

Em 1969 o educador estadunidense Edgar Dale afirmou por meio de um estudo no qual cunhou o termo “cone of learning” que, depois de duas semanas estudando um determinado tópico, o cérebro humano seria capaz de se lembrar:
10% do que leu;
20% do que ouviu;
30% do que viu;
50% do que viu e ouviu;
70% do que disse em uma conversa/debate;
90% do que vivenciou a partir de sua prática.

Editora Global Partners

Compartilhar:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

DESTAQUES

Bilionário indiano faz postagem reconhecendo o trabalho invisível das mulheres e viraliza
Tempos sem precedentes exigem uma liderança sem precedentes
Digitalização impulsiona a nova cara do envolvimento
Felicidade